COMPARTILHAR

UM JOGO TERRÍVEL QUE ESTÁ VIRANDO MANIA ENTRE OS JOVENS NA RÚSSIA E OS LEVA À COMETER SUICÍDIO!

O perturbador jogo online apelidado de Blue Whale (baleia azul) talvez tenha levado a mais de 130 adolescentes russos ao suicídio. Se isso é verdade não sabemos, ainda existe uma investigação e tudo pode ser apenas um exagero da mídia, mas acompanhe a historia e veja como o caso é sinistro…

Veja o vídeo no canal Dr. Mistério:

O que é esse jogo online do suicídio baleia azul e quantas mortes de adolescentes ele tem provocado na Rússia? Policiais temem que jovens vulneráveis acabam sendo seduzidos por essa rede e obedecem ordens para tirar suas próprias vidas.

SEGUNDO REPORTAGEM DO SIBERIAN TIMES:

A polícia há um bom tempo vem investigando um doente “jogo de suicídio” conhecido como baleia azul, após a noticia de que esse aterrorizante jogo estava ligado à morte de centenas de adolescentes na Rússia. A estudante Yulia Konstantinova, 15, postou a foto de uma baleia azul no seu instagram, pouco antes de saltar para a morte.

A baleia azul ou o “jogo de suicídio” é um grupo de mídia social on-line que está incentivando as pessoas a se matarem. Segundo dizem um “administrador do grupo “passa tarefas diárias” para os membros, durante 50 dias. Elas incluem a auto-mutilação, assistir filmes de terror e acordar em horários incomuns, mas gradualmente a coisa vai ficando cada vez mais extrema! E então no 50º dia, os manipuladores por trás do jogo instruem os jovens a cometer suicídio. A disseminação do jogo tem ocorrido por meio da Vkontakte (VK) rede social russa que é similar ao Facebook. Quantas mortes na adolescência têm sido associadas ao jogo baleia azul na Rússia? A polícia disse que fizeram uma sondagem e pelo menos 130 suicídios em toda a Rússia, estariam ligados à essa bizarra mania online.

O Jornal investigativo Gazeta Novaya relatou: “Temos contado 130 suicídios de crianças que ocorreram entre novembro 2015 a abril de 2016.”Quase todas estas crianças eram membros dos mesmos grupos de internet e vivia uma vida familiar feliz. Duas estudantes Yulia Konstantinova, 15, e Veronika Volkova, 16, saltaram para a morte do telhado de um bloco de apartamentos de 14 andares. Outra menina de 15 anos de idade (sem nome), também ficou gravemente ferida depois de cair do quinto andar de um predio no chão coberto de neve, na cidade de Krasnoyarsk, Sibéria. Dois dias antes, uma menina de 14 anos de idade de Chita se jogou sob um trem. Um menino de 13 anos também foi salvo de se matar depois que ele foi flagrado na borda de um telhado em Lviv, Ucrânia.

Yulia deixou uma mensagem dizendo “Fim” em sua página de mídia social depois que ela postou uma foto de uma baleia azul grande. Yulia Konstantinova, se juntou à sua amiga Veronika e saltou do telhado de um bloco de apartamentos de 14 andares. Foi relatado que dois meninos adolescentes foram detidos pela polícia na cena do crime depois de supostamente terem filmando o trágico duplo suicídio de Yulia e Veronika, e estão sendo investigados sobre “incitação ao suicídio” duplo. Um diretor de uma escola local disse à polícia que tinha recebido uma ligação anônima dizendo que um estudante tinha se juntado a um “grupo da morte” e planejava em breve se matar.

UM DOS LÍDERES FOI PRESO:

No ano passado, um suposto líder de 21 anos chamado Philipp Budeikin foi detido, e ele foi acusado de organizar oito grupos entre 2013 e 2016 que “promovem o suicídio”. Acredita-se que através dele, cerca de 15 adolescentes cometeram suicídio, e outros cinco foram resgatados no último momento, de acordo com as investigaçoes contra ele. Em uma perturbadora entrevista para o saint-petersburg.ru , Budeikin disse o seguinte sobre suas vítimas:

“morreram felizes… dei-lhes o que elas não tinham na sua vida real… calor, compreensão, conexão

Atualmente, as autoridades do Cazaquistão bloquearam o acesso aos “grupos da morte” na mídia social, o ministro do Interior Kalmukhanbet Kasymov pediu a criação de uma base de dados nacional dos usuários dessa mídia social. Na capital do Quirguistão, a polícia começou a procurar através das escolas crianças com sinais de cortes nos braços ou de mensagens suspeitas em seus telefones.

Pessoal, isso nos mostra o quanto é importante tomar cuidado com o que seu filho faz na rede. E os jovens tenham muita cautela ao participar de grupos assim.

Fonte: Siberian Times

DR. MISTÉRIO

Posts Relacionados