COMPARTILHAR

Material vazado de Call of Duty indica próximo destino da franquia

Após vários games adotando o tom futurista, começam a sugir indícios de que o próximo jogo da franquia Call of Duty deverá abandonar os combates high-tech e retornar ao passado. A primeira pista é um suposto material de marketing vazado, que indica um retorno à Europa e Ásia para retratar a Segunda Guerra Mundial.

Esse suposto material de divulgação de Call of Duty inclui um banner e vários desenhos de arte. Além disso, uma bandeira presente em um dos games parece simbolizar o desembarque na Normandia e a invasão do território por tropas americanas – um importante evento histórico do período.

De acordo com as leis de produção audiovisual norte-americanas, todos os jogos baseados na Segunda Guerra Mundial devem caracterizar o Dia D de alguma forma, pois trata-se de um importante evento histórico do conflito internacional.

As artes promocionais do suposto game são interessantes e parecem ser baseadas em torno do evento histórico da invasão à Normandia por parte de tropas americanas. Apesar de muitos rumores acerca de novos games não passarem de boatos, há razões para acreditar que estas artes sejam legítimas e que o novo jogo esteja em produção.

Novo rumo

Após a decepção que Infinite Warfare foi para os fãs, a Activision, produtora responsável pela franquia CoD , anunciou no começo deste ano que os próximos títulos da série deveriam retornar às suas origens. E o que seria melhor para marcar esse retorno ao passado do que voltar ao conflito em que o primeiro jogo da franquia foi ambientado?

A produtora ainda não se manifestou sobre a existência de um novo jogo de Call of Duty ambientado na Segunda Guerra Mundial. Contudo, é de se esperar que a Activision siga seu padrão de divulgação e se pronuncie sobre este boato nas próximas semanas.

Fonte: iGames

Posts Relacionados